Futebol

Brasileiro com mais desarmes na Arábia, Flavio destaca temporada e fala de ‘assédio’ de clubes brasileiros

Praticamente com um turno jogado na Liga da Arábia Saudita, alguns brasileiros vêm se destacando nos números em meio a tantas estrelas que foram atuar no país do Oriente Médio. E o volante Flavio, que no Brasil se destacou com a camisa do Bahia, é um deles. O camisa 24 do Al-Taawoun lidera as estatísticas entre os brasileiros quando o assunto é desarmes: 54 em 19 jogos.

Meio-campista da equipe que é comandada pelo técnico Péricles Chamusca, uma das sensações da Liga, Flavio está apenas atrás de quatro jogadores no quesito em toda a liga, mas se destaca entre os brasileiros.

“Acho que isso se deve a muito trabalho. Individualmente falando, claro, mas também coletivamente. A equipe toda atua de forma intensa e pronta para marcar o adversário, e isso se reflete nos números pessoais. Tenho me dedicado muito para conseguir evoluir e estou muito feliz pelo meu rendimento. Os números não mentem” disse Flavio, projetando o retorno da Liga:

“Estamos em quarto agora, faltando praticamente todo o segundo turno para ser disputado. É uma liga muito difícil, todos viram os investimentos que foram feitos na Arábia, as grandes estrelas que foram jogar por lá. Vamos brigar lá em cima, tenho certeza disso. Começamos bem, mas queremos terminar ainda melhor”. 

Em destaque já desde a última temporada, Flavio chama a atenção de clubes brasileiros. Após negociar com Internacional e Cruzeiro em outras janelas, antes da ida a Arábia, o volante admite mais sondagens recentes.

“Acho que quando você trabalha no nível que estamos trabalhando, graças a Deus isso é reconhecido né. A gente sempre ouve falar, sabe de algumas sondagens, consultas de times brasileiros. Isso mostra que estou trabalhando bem no meu clube”.