Futebol

Vini Jr volta a ser chamado de Pinóquio por jornal de Valência após Prêmio Sócrates


O jornal “Superdeporte”, principal veículo da imprensa esportiva de Valência, voltou a chamar Vinicius Jr de Pinóquio. Na capa da publicação desta quarta-feira (1º), o atacante brasileiro voltou a ser alvo após receber o Prêmio Sócrates na premiação da Bola de Ouro.

CLIQUE AQUI E ENTRE NO GRUPO DE FUTEBOL EUROPEU DA TNT NO WHATSAPP!

Durante o discurso de Vini Jr, na cerimônia de premiação, foram reproduzidas imagens do atacante do Real Madrid na partida contra o Valencia, quando foi vítima de racismo.

Muito fartos de Pinóquio / O show de Vinicius e suas mentiras continuam prejudicando injustamente a imagem do Valencia e de todos os seus torcedores”, destacou a capa do jornal.

No começo de outubro, Vinicius Jr já havia sido chamado de “Pinóquio” pelo jornal ‘Superdeporte’. Na ocasião, o atacante foi atacado após depor por conta dos insultos raciais na partida entre Valencia e Real Madrid.

CLIQUE AQUI E ASSINE A HBO MAX PARA ASSISTIR A TODOS OS JOGOS DA CHAMPIONS LEAGUE!

Após a cerimônia da Bola de Ouro, o Valencia já havia criticado o uso da imagem da partida diante do Real Madrid no momento da premiação de Vini Jr:

“O Valencia lamenta a utilização da nossa imagem na gala da Bola de Ouro e a sua associação a comportamentos isolados que o Clube prosseguiu com urgência e decisão, aplicando as mais severas punições aos envolvidos.

Reiteramos a nossa mais absoluta condenação ao racismo mas também pedimos o máximo respeito pelos nossos adeptos e pelo nosso Clube.”

Durante seu discurso após receber o Prêmio Sócrates, pelo trabalho do Instituto Vini Jr, o atacante voltou a declarar sua luta contra o racismo.

É muito triste toda vez eu ter que vir falar sobre racismo. Eu gosto de falar sobre o futebol, gosto de falar sobre grandes jogadores que estão aqui. E eu quero pedir força para vocês, para a gente seguir na luta, para que as crianças que vão vir, possam sofrer cada vez menos.”

Relembre o caso:

Vinicius Jr. foi alvo de cânticos racistas ecoados pela torcida do Valencia. No final do segundo tempo, o atacante do Real Madrid se envolveu em uma confusão com Mamardashvili, goleiro da equipe adversária, e, após receber um mata leão de um adversário, o VAR viu que o brasileiro acertou um tapa no rosto do jogador e foi expulso.

O jogo chegou a ser paralizado por oito minutos no segundo tempo após o atacante do Real Madrid ser chamado por de “macaco” por torcedores. Vini Jr chegou a identificar um dos torcedores que proferiram os cânticos racistas. Os torcedores não sofreram punições na partida e agora respondem judicialmente.


 

Vini Jr. vence Prêmio Sócrates e faz forte discurso contra o racismo